Validade e fiabilidade da versão portuguesa do Lymphoedema Quality of Life (LYMQOL) Leg.

Authors

DOI:

https://doi.org/10.48750/acv.464

Keywords:

Perna, edema crónico, qualidade de vida, lymphoedema quality of life

Abstract

INTRODUÇÃO: Os edemas crónicos dos membros inferiores são condições incuráveis, debilitantes e progressivas que causam problemas físicos, psicológicos e sociais durante a vida, com impacto muito negativo na qualidade de vida (QdV). O LYMQOL Leg é um instrumento de medida para avaliação da qualidade de vida relacionada com a saúde (QdVrs) específico para indivíduos com esta patologia. O objetivo do estudo foi contribuir para a validação da versão portuguesa do instrumento de medição LYMQOL Leg no que diz respeito ao teste das propriedades psicométricas: fiabilidade (coerência interna, reprodutibilidade e erro de medição), validade (validade de construção) e efeitos chão/teto.

MÉTODOS: A versão portuguesa do LYMQOL Leg e a versão portuguesa do instrumento SF-36v2, foram aplicados a 75 participantes, com edema crónico do membro inferior. Foi também aplicado um questionário sobre as características sociodemográficas e clínicas dos participantes.

RESULTADOS: A coerência interna foi considerada aceitável com o coeficiente de alfa de Cronbach a variar entre 0.83 e 0.90. O coeficiente de correlação intra-classe (CCI) variou entre 0.80 e 0.94 para os domínios do LYMQOL Perna. O valor do erro padrão da medição (EPM) teve uma variação entre 0.18-0.22 para os domínios do LYMQOL Perna, exceto no domínio qualidade de vida global que apresentou um valor de 0.74. Ao nível da mínima mudança detetável individual (MMDind), os valores variaram entre 0.49-0.83, exceto no domínio qualidade de vida global, que apresentou um valor de 2.05. No que diz respeito à mínima mudança detetável grupo (MMDgrupo), os valores variaram entre 0.07-0.11, exceto no domínio qualidade de vida global que foi de 0.28. O erro da medição foi considerado como aceitável. A validade de construção foi suportada pela confirmação das cinco hipóteses pré-definidas, baseadas em correlações esperadas entre os domínios do LYMQOL Perna e as dimensões da SF- 36v2. Os efeitos chão/teto não estiveram presentes.

CONCLUSÃO: A versão portuguesa do instrumento LYMQOL Leg possui características psicométricas adequadas, no que diz respeito à fiabilidade, validade e efeitos chão/teto.

Downloads

Download data is not yet available.

References

Gethin G, Byrne D, Tierney S, Strapp H & Cowman S. Prevalence of lymphoedema and quality of life among patients attending a hospital- based wound management and vascular clinic. Int Wound J; 2012. Int Wound J. 2012;9:120-5.

Green T, Mason W. Chronic oedemas: identification and referral pathways. Br J Community Nurs. 2006;114:S8, S10-6

Friedli S, Mahler F. Venous and lymphatic reasons for edema--the swollen leg from the angiologist's point of view. Ther Umsch. 2004;6111:643-7

Mercier G, Pastor J, Moffat C, Franks P, Quéré I. Limprint: Health-Related Quality of Life in Adult Patients with Chronic Edema. Lymphat Res Biol. 2019;172:163-7.

Keeley V, Crooks S, Locke J, Veigas D, Riches K, Hilliam R. A quality of life measure for limb lymphoedema (LYMQOL). Journal of lymphoedema; 2010.

Viera, J. Tradução, adaptação cultural e validação de conteúdo do instrumento “Lymphoedema Quality of Life (LYMQOL)” para o português europeu (Masters thesis). Alcoitão (Portugal): Escola Superior de Saúde do Alcoitão; 2019. Available from: http://hdl.handle.net/10400.26/28273

Terwee B, Bot S, de Boer M, van der Windt D, Knol D, Dekker J, et al. Quality criteria were proposed for measurement properties of health status questionnaires. J Clin Epidemiol. 2007;601:34-42

Ferreira P. Criação da versão portuguesa do MOS SF-36. Parte I - Adaptação cultural e linguística. Acta Med Port. 2000;13:55-66

Nunnally J, Bernstein I. Psychometric Theory, 3rd ed. New York: McGraw- Hill 248; 1994.

Cohen L, Holliday M. Statistics for social scientists: an introductory text with computer programs in basic. London; Hagerstown: Harper & Row; 382; 1982.

Yoshizawa T, Aoyma M, Takeishi Y, Nakamura Y, Atogami F. Japanese version of the quality of life measurement for limb lymphedema (leg) (J-LYMQOL-1): its reliability and vality. Lymphoedema Research and Pratice 2017;5:1-8.

Pas C, Biemans A, Boonen R, Viehoff P, Neumann, H. Validation of the Lymphoedema Quality of-Life Questionnaire (LYMQOL) in Dutch Patients Diagnosed with Lymphoedema of The Lower Limbs. Phlebology 2015;31:257-63.

Bakar Y, Tugral A. Translation, reliability, and validation of the turkish version of the lymphedema quality-of-life tool in turkish-speaking patients with lower limb limphedema. J Vasc Nurs. 2019;37:11-17

Borman P, Yaman A, Denizli M, Karahan S. The reliability and validity of lymphedema quality of life questionnaire-leg in turkish patients with lower limb lymphedema. Lymphat Res Biol. 2020;18:42-48

Seidl E, Zannon C. Qualidade de vida e saúde: aspectos conceptuais e metodológicos. Cadernos de Saúde Pública; 2004;5(2).

Published

2022-09-11

How to Cite

1.
Vaz S, Duarte N, Gonçalves RS. Validade e fiabilidade da versão portuguesa do Lymphoedema Quality of Life (LYMQOL) Leg. Angiol Cir Vasc [Internet]. 2022 Sep. 11 [cited 2022 Sep. 25];18(2):54-61. Available from: https://acvjournal.com/index.php/acv/article/view/464

Issue

Section

Original Article